Escolha seu idioma


CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DOS LUBRIFICANTES PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Ter, 26 de Abril de 2011 23:28

3. CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DOS LUBRIFICANTES

3.1. Densidade (Specific, gravity): A densidade de um produto de petróleo é definida pela relação entre o peso de dado volume do produto, medido a uma determinada temperatura e o peso de igual volume de padrão (água), medido a uma outra temperatura. No caso de produtos de petróleo, as temperaturas foram padronizadas em 60ºF/60ºF para a quase totalidade dos países. No Brasil ela foi padronizada para 20ºC/4ºC. A densidade tem pouco significado quanto á qualidade do lubrificante, mas é grande utilidade no cálculo da conversão de litros em quilos ou vice-versa, e para fins de controle.

3.2. Ponto de fulgor: É a temperatura em que o óleo, quando aquecido em aparelho adequado, desprende os primeiros vapores que se inflamam momentaneamente em contato com a chama.

3.3. Ponto de combustão: É a temperatura na qual o óleo, aquecido no mesmo aparelho para a determinação do ponto de fulgor, continuará, uma vez inflamado, a queimar por mais de cinco segundos. Esta temperatura é ligeiramente superior a do ponto de fulgor.

3.4. Ponto de fluidez: É a temperatura em que o óleo, submetido a um resfriamento, deixa de escoar livremente. Está característica tem grande importância no caso especial dos lubrificantes utilizados em locais muito frios.

3.5. Viscosidade: É a medida do grau interno que se produz quando o óleo escoa. De todas as características físicas é a viscosidade a que apresenta o maior interesse em relação á propriedade lubrificante do óleo.

3.6. Índice de viscosidade: É a expressão numérica da variação da viscosidade com a variação da temperatura. Assim, o alto índice de viscosidade revela variação relativamente pequena de viscosidade da temperatura, em função da temperatura, enquanto o baixo índice de viscosidade indica tendência do óleo a apresentar grande variação de viscosidade com uma pequena variação de temperatura. Óleos parafinicos possuem maior índice de viscosidade do que óleos naftênicos.

HVI - alto índice de viscosidade
MHV – médio índice de viscosidade
LVI – baixo índice de viscosidade

3.7. Cor: É determinada por comparação com cores padronizados, em aparelhos ASTM ou similar. A única importância da cor, no que se refere a óleos lubrificantes, está na sua aceitação geral como índice de uniformidade de determinado tipo ou marca. Entretanto, a cor não tem nenhuma relação com a qualidade do lubrificante. Erro comum em que incorre muitos consumidores, é o de supor que a cor esteja relacionada com a viscosidade.